Conheça os hormônios que são liberados durante o Sono

Conheça os hormônios que são liberados durante o Sono

Você sabia que durante o sono restaurador ocorrem vários processamentos onde há a fabricação de hormônios muito importantes para o corpo?

Por isso, é fundamental que as crianças durmam bem para que os hormônios atuem de forma correta, assim como é fundamental que os pequenos duram cedo para garantir que todos os ciclos do sono ocorram.

São eles:

• GH – Hormônio do Sono
Na infância cerca de 90% do hormônio do crescimento é liberado durante o sono e as crianças que tem dificuldade para dormir têm mais chance de ter problemas no seu desenvolvimento físico.
Ele é responsável não só pelo crescimento da criança, mas também ajuda a manter tônus muscular, evita o acúmulo de gordura e a fragilidade dos ossos, dando mais disposição.
O GH é liberado nos ciclos 3 e 4 no sono profundo e para ser liberado no início da manhã, seu pico é entre 23:00 e 24:30.

• Melatonina
É um neuro-hormônio ligado à regulação do sono.
A melatonina é produzida pela glândula pineal, localizada no centro do cérebro (atrás dos olhos). Essa glândula participa da organização dos ritmos biológicos, atuando na resposta do organismo em relação ás mudanças do ambiente (ciclo dia / noite ou claro, escuro).
Para que a Melatonia seja produzida é fundamental um ambiente escuro, por isso sua maior liberação ocorre no período noturno.

• TSH
Esse é um hormônio que é liberado pela hipófise, que age estimulando a glândula tireoide na produção de dois hormônios, a triodotironina (T3) e tiroxina (T4), responsáveis pela regulação do metabolismo ao transformar nutrientes em energia.
Seu pico de liberação ocorre no início do sono.
Crianças que apresentam dificuldade em adormecer podem ter alterações na liberação do TSH.

• Cortisol
O cortisol é o nosso despertador e tem seu pico de liberação de manhã.
Quando não dormimos, o seu ritmo é alterado e pode gerar efeitos semelhantes ao estresse e ansiedade.
O fato do bebê se comunicar através do choro, essa ansiedade se torna um stress significativo no dia a dia da família. Ou seja, quando um bebê apresenta sentimento de raiva ou cansaço extremo durante o dia tem mais stress na hora de dormir, fazendo com que seu nível de adrenalina (energia) chegue mais alto ainda durante a noite e assim o sono não será restaurador.
Quanto mais cansado e nervoso o bebê estiver, mais adrenalina na hora de dormir.

• Leptina
As noites mal dormidas diminuem a liberação do hormônio Leptina, esse hormônio tem como uma de suas funções, a de proporcionar a sensação de saciedade e aumentam o hormônio grelina que é responsável pela fome.
Ou seja, a Leptina é um hormônio que controla a fome e favorece a saciedade, ela é secretada durante o sono profundo. Por isso, quem dorme mal sente mais fome.
O estômago é um músculo que funciona como uma espécie de sanfona, ele vai dilatando conforme vamos comendo.
Se o bebê já passou da fase de se alimentar a cada 2 – 3 horas e continua fazendo, é necessário ficar atento para evitar problemas de obesidade no futuro.



Share This
WhatsApp chat WhatsApp